Volta para Mania DE Carro  Volta para Jipemania  Vá para o Shopping
FORD FIESTA SPORT, CARRO PARA JOVENS


Agência New Motor @ge de Notícias
Guto Ostergrenn
Arte: Ford Fiesta Zetec RoCam 1.0 ou 1.6 litros - edição Sport.

Com o anúncio da chegada do Fiesta Sport, que será produzido em série especial e limitada de apenas 1.000 unidades, a Ford aborda mais diretamente o consumidor com aspirações esportivistas. O carro será produzido apenas na versão cinco portas, todos, exclusivamente, na cor vermelha Flórida e poderão ser equipados tanto com motor Zetec Rocam 1.6 quanto 1.0. O início das vendas do Fiesta Sport está previsto para o mês de julho. 

No Fiesta Sport a grade do radiador é feita com uma tela cromada, que sugere maior esportividade e contrasta perfeitamente com a cor da carroçaria. Outro detalhe importante do design frontal é o encorpado pára-choque, que agora abriga um par de faróis de neblina redondos. Ainda quanto ao visual frontal, uma outra grade (sob o pára-choque), do tipo colméia, pintada na cor cinza, e o revestimento do pára-choque, em plástico preto, na sua parte superior, são componentes que formam um conjunto esportivo, atraente – próprio do espírito jovem.

Mas, os cosméticos também envolvem as laterais. Uma “saia”, peça aplicada abaixo da linha das portas e entre os eixos, proporciona harmonia estética e melhor aerodinâmica. Além disso, a saia lateral também contribui para dar aparência de menor altura ao automóvel em relação ao solo.

Outros detalhes de estilo são as luzes de sinalização (frontal e lateral) em amarelo, e as rodas de alumínio, com pneus radiais na medida 175/65 R14.
 

Foto: Sport de traseira

Na traseira, um pequeno “aerofólio” instalado sobre a porta traseira, incorpora luz elevada de freio (“Brake-Light”). O pára-choque também foi redesenhado e o novo formato, mais encorpado, torna-o mais envolvente, acentua a cobertura das rodas e contribui para a sensação de menor altura do carro.
Internamente, o Sport também ganhou visual esportivo. Mesclas com a tonalidade cinza-claro inicialmente utilizada no Ford Puma, foram aplicadas para rejuvenescer o ambiente. O recurso pode ser notado na parte central do conjunto de instrumentos, no painel e na alavanca de mudanças, que contrasta com o preto do diagrama da seqüência de marchas. 

O único equipamento opcional nesta série limitada é o ar-condicionado, para a versão equipado com motor 1.0.
Acrescentam conforto ao Sport: o sistema de direção por pinhão e cremalheira e assistida hidraulicamente; vidros elétricos e travas das portas com acionamento elétrico; espelhos retrovisores com controle interno; aquecimento com comandos iluminados;
limpador/lavador/desembaçador do vidro traseiro; pré-instalação para sistema de som, com dois
alto-falantes e antena; vidros verdes, pára-brisa degradê e banco traseiro bipartido, 60/40.

Os propulsores disponíveis continuam sendo os Zetec RoCam. Na versão 1.6 L com potência de 95 cv, a 5.500 rotações por minuto, e torque de 14,3 kgfm, a 2.500 rpm, enquanto na versão 1.0 a potência de 65 cv, a 6.000 rpm, e torque de 8,9 kgfm, a 3.250 rpm. Em ambas as versões o trem de força não sofreu qualquer alteração frente aos modelos convencionais.

O Fiesta Sport ganhou viço e está mais interessante, os propulsores, independente de quais sejam suas posses, são excelentes obras da engenharia..., porém, tanto a linha de cintura quanto os contornos do design desta carroçara denunciam a idade do projeto, que deve estar na última maquiagem.